quinta-feira, 24 de junho de 2010

A PEDRA

O distraído tropeçou nela.
O violento a utilizou como projétil.
O empreendedor a usou para construir.
O camponês, cansado, transformou-a numa cadeira e se sentou.
Para as crianças, foi um brinquedo.
Davi a utilizou para matar Golias.
E Michelangelo a transformou na mais bela das esculturas.
A diferença não está na pedra, e sim no homem.

Um comentário:

  1. .....muito simples....genuíno...porém sábio....
    maria eligia

    ResponderExcluir